Como é a gravidez da mulher diabética

A gravidez não é doença, como muitos médicos gostam de lembrar, mas quando a mulher tem uma condição de saúde prévia, são necessários alguns cuidados regulares de modo a que a gestação se desenvolva corretamente e sem percalços.

No caso das mulheres diabéticas, estas terão de controlar diariamente os seus níveis de açúcar no sangue, de modo a reduzir ao máximo o risco de problemas no desenvolvimento do bebé, e a possibilidade de a diabetes evoluir para o tipo 2. Confira de seguida como é a gravidez da mulher diabética.

Como é a gravidez da mulher diabética

Cuidados que uma grávida com diabetes deve ter

Tópicos

Continuar a Ler...

A mulher diabética deve seguir as orientações médicas durante a gestação de uma forma muito rigorosa.

O seu endocrinologista deverá explicar claramente à grávida diabética tudo o que ela deve fazer, o tratamento necessário, e ainda, como prevenir quaisquer complicações.

Durante a gravidez a mulher diabética deverá verificar a sua taxa glicémica todos os dias, devendo ter uma dieta equilibrada, mas com alguns cuidados alimentares, de modo a não entrar em hiperglicemia ou hipoglicemia.

Caso não tenha esses cuidados, e fique com um destes problemas, isso pode trazer consequências negativas para o bebé e para a mulher.

Durante a gravidez, além dos exames habituais, como as ultrassonografias, a mulher diabética deverá realizar a prova de insulina diariamente, quatro vezes ao dia, consultar o médico quinzenalmente, fazer o exame da curva glicémica todos os meses, e por fim, realizar o exame do fundo do olho no final de cada trimestre da gravidez.

Se a mulher diabética seguir devidamente todas as orientações do seu médico, ela terá uma gravidez normal, sem complicações de maior. Além disso, as hipóteses do bebé desenvolver diabetes do tipo 2 em adulto serão muito mais reduzidas.

Cuidados a ter antes de engravidar

O ideal para prevenir quaisquer problemas relacionados com a diabetes na gestação é seguir os cuidados anteriores antes de engravidar.

Se é diabética e quer ficar grávida, consulte o seu médico e converse com ele.

O controlo rigoroso da taxa de glicemia deve ser iniciado com pelo menos 6 meses de antecedência, e deve ser realizado o estudo de possíveis complicações da diabetes, como alterações renais ou a retinopatia, para que possam ser tratadas caso existam antes de engravidar.

Compartilhar Artigo

Como é a gravidez da mulher diabética